Handebol

18/10/2018

De virada e com emoção, atletas de Iporã conquistam o ouro no Handebol feminino

A conquista do ouro de Iporã, no Handebol feminino, foi na base da superação. Na grande decisão da fase final divisão B dos 31º Jogos da Juventude do Paraná (JOJUPS), disputada nesta quarta-feira (17), em Chopinzinho, as meninas tiveram pela frente o elenco de Mariluz. Apesar de saírem perdendo e ficarem atrás do marcador até o último minuto, a virada no placar veio e a cidade pode celebrar a vitória.

Iporã comemora o título suado. (Foto: Guilherme Becker/ SEET-PR)
Iporã comemora o título suado. (Foto: Guilherme Becker/ SEET-PR)

As equipes chegaram a final com campanhas invictas. De um lado Iporã, que na semifinal conquistou uma vitória de virada sobre Londrina. Do outro Mariluz, uma das revelações da modalidade e que alcançou a decisão após superar o município de São Miguel do Iguaçu, um dos mais tradicionais no handebol. No duelo pelo ouro os times fizeram uma disputa acirrada e emocionante.
No primeiro tempo Mariluz mostrou mais tranquilidade, principalmente no ataque. Com paciência para a definição de jogadas, o time logo abriu 5 a 1 no placar. Em desvantagem, Iporã equilibrou o jogo a partir dos 15 minutos, porém foi para o intervalo perdendo por 10 a 7. Na segunda etapa a partida retornou no mesmo ritmo, com Mariluz chegando a abrir cinco gols de vantagem.

Porém, os cinco minutos finais foram dramáticos e decisivos. Iporã iniciou uma reação e com cinco gols seguidos empatou o duelo em 17 a 17, restando pouco mais de um minuto de jogo. Nervosas em quadra, as atletas de Mariluz pareciam não acreditar no resultado e desperdiçaram o ataque que poderia manter a liderança do placar. Empolgadas, as atletas de Iporã foram ao ataque e balançaram as redes marcando o gol da vitória por 18 a 17.

Capitã Marida Eduarda não controla emoção após a conquista. (Foto: Guilherme Becker/ SEET-PR)
Capitã Mariana não controla emoção após a conquista. (Foto: Guilherme Becker/ SEET-PR)

“Eu confio no meu time, falei para elas que o jogo só acabava no 25 (minutos). Não importava quanto estivesse o placar, iríamos lutar contra o impossível para buscar o resultado. Tivemos muita raça e união para alcançar”, conta Mariana Alarcon, um dos símbolos da perseverança de Iporã.

Autora de quatro gols na final, Maria Eduarda Chiquetti foi uma das principais alternativas do Iporã no ataque. Exausta após a vitória, a jogadora destacou o empenho das colegas. “Foi uma partida muito difícil, não conseguimos fazer nosso jogo no começo. Saímos atrás no placar, mas tivemos cabeça e principalmente nossa vontade para virar o jogo. Em nenhum momento eu pensei que não daria, eu acreditava no meu time desde o começo”, fala Maria Eduarda.

Maria Eduarda marcou quatro gols na final. (Foto: Guilherme Becker/ SEET-PR)
Maria Eduarda marcou quatro gols na final. (Foto: Guilherme Becker/ SEET-PR)

A emoção também marcou presença na disputa pelo bronze feminino. Londrina e São Miguel do Iguaçu fizeram um jogo bastante equilibrado. Após Londrina vencer o primeiro tempo por 13 a 10, São Miguel do Iguaçu reagiu na etapa final, venceu por 13 a 09 e garantiu a medalha com o placar de 23 a 22.

Os Jogos da Juventude do Paraná são promovidos pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Esporte e Turismo com apoio do município de Chopinzinho.

Visite e siga a fanpage dos JOJUPS: facebook.com/jogosdajuventudeparana
Visite e siga a fanpage da SEET: facebook.com/seetparana


COM/JOJUPS
Guilherme Becker
becker.jornalista@gmail.com
(41) 99212-1161
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.